Estudo diz que é possível aumentar o nível da Barragem Bananeiras, mas é preciso corrigir erros estruturais

01avn_86764365

Na manhã desta sábado (25) o Secretário de Recursos Hídricos do Estado, Maírton França, que acompanhou o engenheiro Valdecir Osvaldo da Rocha, consultor técnico da SEMARH, para apresentação de um relatório sobre a viabilidade de aumentar a capacidade da barragem de Bananeiras. O referido relatório foi apresentado na Câmara de Vereadores.

O prefeito Raimundo Ferreira falou da importância e da ansiedade para conhecermos os estudos técnicos, por sinal, concluídos em tempo recorde para que as possíveis providências sejam tomadas imediatamente. Porém, não será fácil e vai demandar tempo, explicou o secretário Matírton França, principalmente porque erros estruturais foram 03avn_7658736encontrados na construção da barragem e outras modificações depois de construída. O secretário explicou que o governo Robinson Faria não medirá esforços para angariar os recursos, mas, é preciso corrigir todos os erros de engenharia. Diante da lei de segurança para construção de barragens, criada em 2010, para evitar tragédias como a barragem de Mariana/MG o Ministério da Integração não libera mais recursos para ampliação ou construção de novas barragens se todas as normas de segurança não forem seguidas.

O engenheiro Valdecir Osvaldo explanou o seu estudo sobre a barragem Bananeiras com todos os dados técnicos, em slide. Existe a possibilidade de aumentar o volume da lâmina de água em até 1,5 m. Mas, para Valdecir, um estudo topográfico deverá ser feito para comprovar ou não, se a água poderá cobrir parte de algumas residências mais próximas da barragem.

02avn_856435245O espaço foi aberto para populares questionarem ou apresentarem opiniões sobre todo o processo da falta d’água em Alexandria. O ex-prefeito José Bernardino afirmou que, com todos os erros de engenharia da barragem Bananeiras, era preciso enaltecer a luta daqueles que trabalharam para que tivéssemos tal empreendimento. Levantou a possibilidade da ajuda do governo do estado na construção de barragens submersas.

O secretário ouviu do prefeito Raimundo Ferreira, que disponibilizaria uma retroescavadeira para ajudar na construção dessas barragens. Jeane Ferreira, que representa a Fundação Pedro Benedito, lembrou que esse já fora um pleito antes solicitado ao governo Robson Faria. Maírton França disse que vai mandar realizar um estudo no leito do Rio Alexandria para a possibilidade de construir as barragens submersas.

O prefeito Raimundo Ferreira e Jeane Ferreira agradeceram a disponibilidade da SEMARH e do secretário em abrir as portas para entender as necessidades de todos os alexandrienses no tocante a falta de água no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*